Hospital Francisca Mendes passará por reforma e ganhará 50 novos leitos

Foto: Reprodução

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), anunciou, nesta quarta-feira (22/06), a reforma e ampliação da Fundação Hospital do Coração Francisca Mendes (FHCFM), que vai possibilitar a abertura de novos 50 leitos na unidade. O anúncio foi feito durante a realização do simpósio “Integrando saberes na construção do conhecimento”, que celebra os 23 anos do hospital.

Com investimento estimado em R$ 40 milhões, a obra faz parte do pacote de novos investimentos para a saúde neste ano, anunciado pelo governador Wilson Lima, e que contempla 28 projetos, sob a coordenação da SES-AM, da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) e do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS).

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad, a ampliação permitirá aumentar a capacidade de atendimento na unidade. “Vamos aumentar em cerca de 50 leitos, leitos de UTI infantil, leitos de UTI adulto, enfermaria também adulto, toda reformulação das entradas do atendimento, ou seja, um novo hospital. Um presente para o Hospital Francisca Mendes, um presente para população”, ressaltou o secretário.

Novas estruturas

O investimento do Governo do Estado também contempla a ampliação da fisioterapia cardiorrespiratória, do hospital dia, nova enfermaria adulto, novos espaços de convivência, além da instalação de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), adequação de fluxos do hospital, reforma interna e externa, nova entrada de funcionários e entradas independentes para ambulatório adulto, infantil, urgência e emergência.

Serão acrescidos ao hospital 20 leitos de enfermaria, 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto, 10 leitos de UTI pediátrica e 10 leitos no Hospital Dia. No total, após a conclusão dos trabalhos, a unidade vai contar com mais de 200 leitos. A licitação para execução dos serviços está prevista para o próximo dia 30 de junho.

A diretora da unidade, Nayara Maksoud, enfatiza essa ampliação e a qualificação do trabalho de referência realizado no hospital. “O Francisca Mendes é uma referência para região Norte com o maior número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva adulto e Infantil. Nosso sonho, pode realizar o número maior de procedimentos cirúrgicos, cirurgias cardíacas serão mais intensificadas e vamos conseguir cada vez mais bater as nossas metas”, disse a gestora.

Qualificação

O simpósio “Integrando saberes na construção do conhecimento” começou nesta quarta-feira (22), para celebrar os 23 anos da unidade. O evento está ocorrendo no auditório do Centro de Ensino e Pesquisa (CENP) e destaca a atuação de profissionais e pesquisadores da unidade, que é centro de referência em cardiologia e suas subespecialidades.

Para a doutora em doenças infecciosas e responsável pelo CENP, Sâmella Oliveira, o simpósio visa a integração das diversas áreas do hospital e é uma demonstração da qualidade dos serviços ofertados à população.

“É uma oportunidade de comemorar uma trajetória longa e a equipe do Francisca sempre foi muito dedicada nessa assistência ao paciente, uma assistência com qualidade, uma assistência baseada em ciência e pesquisa. Nós primamos por manter a nossa qualidade na assistência e no serviço”, destacou a pesquisadora.

O evento iniciou com a mesa redonda “Memórias e Perspectivas da Fundação Hospital do Coração Francisca Mendes”, que contou com profissionais e pesquisadores que marcaram a história da unidade ao longo de seus 23 anos. A programação segue nos próximos dias, com especialistas da fundação destacando os atendimentos em arritmologia, cardiologia pediátrica, cardiologia clínica, hemodinâmica, cirurgia cardiovascular, neurointervenção e cirurgia vascular.

O simpósio é voltado para o corpo clínico da unidade, os profissionais de saúde da rede, pesquisadores e estudantes que realizam estágio ou residência médica na FHCFM. As atividades seguem até a sexta-feira (24/06), no auditório do CENP.

Com informações da assessoria 

Artigo anteriorPresidente do TCE-AM determina que Prefeitura de Manaquiri suspenda pregões para materiais agrários
Próximo artigoReceita libera hoje consulta sobre restituição do Imposto de Renda