Milton Ribeiro tem habeas corpus negado pela Justiça

Foto: Agência Brasil

Nesta quinta-feira (23), Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) negou o pedido de habeas corpus para o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, preso na manhã dessa quarta-feira (22) durante operação da Polícia Federal (PF) . A ação apura a suspeita de crimes de corrupção e tráfico de influência praticados durante a gestão de Ribeiro no MEC .

A defesa de Ribeiro entrou com um pedido de habeas corpus para revogar a prisão preventiva do ex-ministro na noite de ontem. No pedido enviado ao TRF-1, os advogados Daniel Bialski e Bruno Borragine solicitavam que Milton fosse colocado em liberdade ou prisão domiciliar.

No texto, os advogados também pediram acesso ao processo que levou à prisão de Ribeiro.

Hoje, às 14h, o ex-ministro deve passar por uma audiência de custódia de forma virtual.

Além do ex-ministro da Educação, também foram presos e alvo de mandados de busca e apreensão os pastores lobistas Arilton Moura e Gilmar Santos , o ex-gerente de projetos da Secretaria Executiva do MEC Luciano Musse, e o ex-assessor da Secretaria de Planejamento Urbano da prefeitura de Goiânia Helder Bartolomeu.

As informações são do IG

Artigo anteriorVaríola dos macacos pode virar emergência de saúde mundial
Próximo artigoEmpresário do Luva de Pedreiro se manifesta após rumores de rompimento