Biden pede suspensão de imposto federal sobre combustíveis nos EUA

Foto: Reprodução / Facebook

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, irá pedir para o Congresso nesta quarta-feira (22) a suspensão de impostos federais sobre a gasolina e o diesel até setembro deste ano. Também está em debate a redução em nível estatal dos impostos. A informação é da americana CNN.

Em conjunto com tais medidas, Biden também suspendeu a proibição de misturas de gasolina e etanol no país, com a intenção de amenizar os aumentos sobre o combustível, além de liberar reservas de petróleo. Atualmente, o país enfrenta um grande aumento nos preços dos combustíveis por conta das sanções contra a Rússia, grande exportador de petróleo que hoje enfrenta a aliada dos EUA, Ucrânia, em Guerra.

As medidas estão sendo recebidas com preocupação. Embora a Casa Branca e alguns políticos democratas estejam de acordo com a medida, os republicanos e muitos colegas de partido de Biden rejeitam o projeto. Enquanto alguns acusam o presidente americano de explorar o sistema de energia do país, outros acreditam que tais políticas irão trazer pouca diferença para o consumidor.

Os impostos aplicados sobre os combustíveis garantem grande parte do orçamento federal direcionado a rodovias e estradas nos Estados Unidos. Até agora, a grande maioria dos estados não se pronunciaram nem adotaram medidas. Em média, são cobrados 30 centavos por galão de gasolina em impostos nos EUA, porém estados como Connecticut e Nova York já tinham políticas parecidas com a proposta de Biden antes do anúncio oficial.

O preço médio do galão de 3,7 litros de gasolina americano alcançou recordes nas últimas semanas, chegando à casa dos cinco dólares (cerca de R$ 24,90). Hoje a gasolina tem seu maior preço em 14 anos, só perdendo para o período de crise financeira de 2008. Com o galão a esse preço, o litro no posto sai a cerca de US$ 1,35 (R$ 6,72). Em comparação, no mesmo período do ano passado o galão de 3,7L de gasolina era vendido a US$ 3.

Com informações do IG

Artigo anteriorAprovada modificação em Lei que integra os modais alternativo e executivo ao sistema de transportes
Próximo artigoMãe dá à luz dentro de lancha no rio Madeira, com ajuda de PM’s, em Humaitá; assista