A Mulher mais antiga do mundo é descoberta em Japoatã, Sergipe

Projeto Escolar Revela a Mulher Mais Velha do Mundo em Japoatã, Sergipe
Projeto Escolar Revela a Mulher Mais Velha do Mundo em Japoatã, Sergipe

Japoatã, em Sergipe, é um lugar que sempre surpreende com sua rica história, repleta de mistérios, origens antigas, tesouros ocultos e uma fé inabalável. Recentemente, um novo capítulo dessa história foi escrito, trazendo à tona uma descoberta incrível: a mulher mais velha do mundo é de Japoatã.

O “Projeto Memórias do Meu Lugar” é uma iniciativa educativa conduzida pelas professoras Adriana Oliveira e Thais Oliveira, juntamente com os alunos do 8º ano “A” da Escola Municipal Profª. Eliete de Melo Guimarães. Durante uma das visitas realizadas pelo projeto, uma descoberta histórica de grande relevância foi feita de forma inesperada: Maria José Santos, uma anciã japoatanense, é agora reconhecida como a mulher mais velha do mundo.

Maria José Santos nasceu em 10 de janeiro de 1905, e hoje, aos 119 anos, supera a atual detentora do título, Deolira Gliceira Pedro da Silva, do Rio de Janeiro, que também tem 119 anos, mas nasceu em 10 de março de 1905. Esse detalhe de dois meses faz toda a diferença, consolidando Maria José Santos como a pessoa mais velha do mundo.

O próximo passo é buscar o reconhecimento oficial desse recorde junto ao Guinness Book. Este evento marca um momento histórico não apenas para Japoatã e Sergipe, mas para todo o Brasil. Compartilhamos com vocês um vídeo que destaca essa grande conquista que entra para a história.

“Esta descoberta emocionante é um testemunho do valor e da importância de projetos educacionais que exploram e preservam a memória histórica de nossas comunidades. Parabenizamos todos os envolvidos no “Projeto Memórias do Meu Lugar” por essa contribuição inestimável à história de Japoatã e do Brasil. Continuaremos a acompanhar e divulgar essa história enquanto buscamos o reconhecimento oficial para Maria José Santos no Guinness Book.” Adriana Oliveira e Thais Oliveira.